cover

O que é Previdência Privada

Posted by Gabriela Andrade on 28/jan/2019 12:20:04
Gabriela Andrade

Entenda o que é Previdência Privada

A Previdência Privada (também chamada de Previdência complementar) é uma opção para quem quer, no futuro, ter uma renda maior do que a garantida pela Previdência Social (aquela em que se contribui para o INSS - Instituto Nacional do Seguro Social).

A Previdência Privada é, de forma simplificada, uma alternativa para que você forme uma reserva financeira e consiga realizar projetos a longo prazo, sem estar atrelada com o INSS. Ela pode complementar ou até substituir a previdência pública, dependendo do planejamento de cada um.


Para muitas pessoas, a Previdência Privada é a única forma de ter uma aposentadoria digna, pois existe um limite máximo para o benefício pago pela Previdência Social, que muitas vezes não corresponde às expectativas.

Para compreender melhor como funciona, entenda que:

  • Existe a fase de acúmulo: em que você deposita uma quantia (de acordo com sua disponibilidade financeira)
  • Existe a fase de renda: nesta fase você recebe o dinheiro (assim que a fase anterior termina).

Assim que você atinge a sua "idade de aposentadoria", você informa como deseja receber esta renda.


Como funciona, na prática, a Previdência Privada ou Complementar?

A Previdência Privada se divide em Previdência Privada Aberta e Previdência Privada Fechada. 

A Previdência Privada fechada são aquelas restritas a um número de pessoas. Geralmente, são criadas por empresas ou associações. Muitas delas assumem o papel de patrocinadoras, contribuindo para o plano de benefício. 

Por exemplo, para cada quantia que o colaborador investe, a empresa investe o mesmo montante em cima. Assim, o acúmulo de capital é maior e consequentemente, o benefício também. 

A Previdência Privada aberta tem três agentes principais: a seguradora, a gestora e a distribuidora. Quem garante que o dinheiro da sua aposentadoria vai estar lá quando você precisar? Quem assume os riscos do contrato é a seguradora. 

Ela pode ser do próprio banco - como é o caso da Brasilprev Seguros, Itaú Seguros ou Bradesco Seguros - ou independente, como a Icatu, a SulAmérica e a Porto Seguro. Quem toma as decisões do que fazer com aquele dinheiro é a gestora. 

É o gestor do fundo quem decide se é hora de comprar títulos privados, moedas, ações, etc. Ele pode ser do próprio banco, ou independente, como é o caso dos gestores que estão por trás da Verde, da Vinci e da Ibiuna. O distribuidor é quem vai fazer a sopa de letrinhas (PGBL ou VGBL) chegar até você. É ele que vai te vender o plano de previdência. Ele pode ser um gerente do banco, um corretor de seguros ou até mesmo a plataforma online da sua corretora, por onde você já investe. 

 

Quais os produtos de Previdência Privada que existem?


Aposto que você conhece alguém que passou por isso: seu (ou sua) gerente do banco te liga. e diz que tem um plano de previdência para você. 

Simpático(a), te oferece um café, promete estabilidade e um futuro promissor para o seu dinheiro em um plano de previdência. A pessoa - que provavelmente não tem muito tempo para pesquisar - aceita. Traduzindo para o mundo real, seu gerente provavelmente está querendo bater meta. 

Este VGBL ou PGBL são os apelidos dos planos de previdência. Para combinar com o café que o gerente te ofereceu, pense que o plano (PGBL ou VGBL) é um biscoito – ou bolacha, para os paulistas. O recheio desde biscoito, o(s) fundo(s) em que ele investe. No geral, os bancos têm interesse de fazer tudo “dentro de casa”: ele tem sua própria seguradora, gerem o seu dinheiro e distribuem para você. Esse recheio “caseiro” acaba sendo ótimo...para o banco! 

Ao longo do tempo, você contribui (investe seu capital) em VGBLs e PGBLs (veja qual é o mais indicado para o seu caso) a fim de resgatar o valor no futuro - complementando o montante da sua aposentadoria. 

Aqui vale um alerta: são muitos os produtos de previdência privada disponíveis - e fique ligado: a maioria não é tão boa assim.

No Brasil, 93%* dos quase R$ 800 bilhões investidos em previdência estão em Renda Fixa.
* Fonte: dados Anbima

A esta altura, você deve saber que a diversificação é importantíssima, por isso, para o longo prazo, a última coisa que você precisa é uma carteira com "uma coisa só".

Como se preparar para a aposentadoria?

Embora o termo aposentadoria tenda a nos lembrar velhice, ela deveria piscar na sua cabeça a ideia de "longo prazo".

Aposentar p
ode ter significados diferentes. Depende de quem está aposentando. Pode significar parar de trabalhar completamente e viajar pelo mundo, ou pode significar passar a trabalhar em tempo parcial passando mais tempo com a família e fazendo algo que você ama. 

Ou seja, aposentar é ter uma rotina com mais liberdade no futuro - inclusive financeira.

Mas só porque você não está pensando sobre isso ainda não significa que você não deva começar a se preparar para tal.
 
Você cria seu futuro. Agora.
 
Conheça o primeiro plano de previdência privada de alto nível para o varejo, o FoF SuperPrevidência.


 
 
 
 

Topics: "INSS", "aposentadoria", "previdencia", "previdência privada", "longo prazo", "planos de previdência"