cover

O quanto custa ou o quanto vale?

Posted by George Wachsmann on 26/mar/2019 10:00:00
We are drowning in informationwhile starving for wisdom
Estamos afogando em informação enquanto continuamos famintos por sabedoria.
(E.O. Wilson)

 

"Taxa zero."

“Zero” é sinônimo de grátis. Uma expressão de compreensão universal. Dizer que é “zero” funciona tanto para a Coca Cola sem açúcar e quanto para a taxa que você não precisa mais pagar. Tão varejista quanto eficaz, essa expressão molda mercados competitivos há anos.

Assim anunciaram alguns fundos de investimento na semana passada. São fundos “passivos”, que investem em LFTs (títulos pós-fixados do Tesouro). São, sim, um excelente destino para aquele seu dinheiro da reserva de emergência. Mas investir nesses ativos não é algo tão elaborado assim. Você pode, inclusive, investir sozinho pelo site do Tesouro Direto.

Ter “zerado a taxa” reflete a mudança de percepção das instituições financeiras. Os gestores de recursos ou de patrimônio começaram a entender a importância de oferecer serviços bons. Não dá mais para ter fundo simples cobrando muito para investir só em Renda Fixa. A plataforma de investimentos tem que ser boa no uso, sim. Mas também no preço. Nunca se ouviu tanto sobre “experiência do usuário” nas reuniões de conselho. O investidor quer tecnologia para dar agilidade aos processos, mas também quer rentabilidade. Não tem bairrismo com homebroker. A maneira de fazer os produtos chegarem até seu investidor é tão importante quanto bater o benchmark.

O cidadão que hoje investe é muito mais bem informado do que aquele que antigamente deixava o dinheiro no banco, garantindo margens altas à instituição (Parabenizo o Felipe Miranda e a Luciana Seabra da Empiricus que levam a boa informação a muita gente, com maestria). Em tempos de “TripAdvisor” e “Reclame Aqui”, o boca-a-boca tem nome e endereço online, à disposição para todo mundo consultar. Como a internet deu espaço e voz a quem tem uma intenção de compra, o consumidor pára e pesquisa antes de optar por qualquer coisa (ou experiência). E faz questão de registrar suas boas e principalmente as más impressões. Ele também está sedento atrás de diretrizes. Os vídeos de "Como fazer alguma coisa" nunca foram tão publicados no Youtube. É a horizontalização do ensino. Para tomar suas próximas decisões, você vai atrás de quem você confia, certo?

E quanto vale uma informação?


Dados, informações, conhecimento e sabedoria se organizam na escala de valores assim:

 

 

 

blob-8

 

 

 

Dados são acessíveis a todo mundo. Qual foi o PIB do Brasil em 2014? Quantos cafés Starbucks foram vendidos, em média, no ano passado? Esse tipo de resposta está a um Google de distância. Portanto, vale menos do que só a informação.

Informação já são dados interpretados. Ela contextualiza, processa, correlaciona. Você costuma conseguir extrair algo dali (cuidado com a informação enviesada!). Vez ou outra elas até podem vir com alguma opinião embutida, mas é um valor agregado. 

Conhecimento já aparece em seguida. É informação aplicada - e para isso, você topa pagar um pouco mais. Você quer ouvir quem entende. Aprender como funciona. E o que você absorve, ninguém pode tirar de você. Profissionais se reciclam em MBAs, cursos técnicos, especializações, doutorados, e títulos. Querem se tornar conhecedores do(s) assunto(s) em questão.

 

No mais alto grau da escala de valores reside a sabedoria. Um profundo entendimento de alguma linha filosófica. O guru é um guia que transmite sua experiência. Ele construiu seu repertório e propaga suas ideias com base nele.

É aí que eu queria chegar. Estamos afogados em informação e famintos por sabedoria. Na Vitreo, queremos mais do que só dar uma experiência completa (e operacional) da coisa. Queremos que você saia daqui com algo a mais. Mais dinheiro? pode ser, também. Mas não é só isso. Dinheiro é algo que podemos perder. Queremos que você leve consigo algo que ninguém tira de você.

Em tempos de taxa zero, transmitir o pouco que sabemos é o nosso diferencial.

Juntei meus anos de experiência gerindo fortunas para montar uma carteira única e equilibrada.

Estamos lançando nosso primeiro produto fora da previdência e estou muito feliz com a qualidade dos gestores e ativos que conseguimos reunir.

Este é o investimento para simplificar sua vida financeira. Renda Fixa, Renda Variável, Ouro, Dólar. Tudo em um só lugar.

Estamos finalizando os preparativos para lançar em breve.

Queremos que você tenha liberdade total para escolher o que quer fazer com este dinheiro.

Aqueles que estiverem interessados em serem os "Beta Testers" podem se inscrever GRATUITAMENTE por aqui.

Quero me inscrever na lista preferencial 

Um abraço,

George Wachsmann

Topics: "fundos de investimento", "gestão profissional"